Área do Associado Entrar
ACIANF recomenda 15 dias de fechamento

ACIANF recomenda 15 dias de fechamento

Para estabelecimentos que não ofereçam serviços essenciais

Publicado em 20/03/2020

Tendo em vista as medidas preventivas tomadas pelo Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Prefeitura Municipal de Nova Friburgo e dados informativos da Organização Mundial de Saúde (OMS), a Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Nova Friburgo (ACIANF) recomenda a todos os empresários de Nova Friburgo, associados ou não, a suspensão de suas atividades a partir da próxima segunda-feira (23), pelo prazo de 15 (quinze) dias, até 06 de abril de 2020.

Mantendo-se abertos apenas os estabelecimentos que ofereçam serviços essenciais.
O objetivo da Associação é conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID 19), ajudando a reduzir drasticamente a circulação de pessoas nas ruas, nos transportes públicos e nos estabelecimentos comerciais, industriais e agrícolas evitando concentração de público nesses ambientes.
“Sabemos que essa é uma medida que impõe sacrifícios, mas que se não a adotarmos agora, nos arrependeremos no futuro”. Destaca o diretor executivo da ACIANF, Roosevelt Concy.

O presidente da ACIANF, Julio Cordeiro, informa que o objetivo desse posicionamento é conscientizar aos empresários de Nova Friburgo, da necessidade de se reduzir bruscamente o movimento de pessoas nas ruas, valorizando o isolamento social.

“Acreditamos que somente através dessa redução brusca de movimento nas ruas, e as pessoas não saindo de suas casas, podemos reverter a curva de ascendência de propagação do Coronavírus.” Julio Cordeiro

Júlio destaca ainda que essa é uma recomendação, e não uma nota impeditiva. Mas somente uma forma de conscientizar da grande importância dessa ação nesse momento crucial. Evidencia também que os comércios que são essenciais, como padarias, postos de gasolina, farmácias, supermercados devem permanecer abertos para atendimento à população.

CADA UM FAZ A SUA PARTE E JUNTOS VENCEREMOS O CORONAVÍRUS.

Voltar