Área do Associado Entrar
Pronampe: Empresas podem pedir aumento de carência para pagar

Pronampe: Empresas podem pedir aumento de carência para pagar

O maior programa de crédito para micro e pequenas empresas ampliará o prazo de carência de oito para 11 meses

Publicado em 10/03/2021

Os empresários que tomaram empréstimos pelo Pronampe em 2020 terão até três meses a mais para começar a pagar o valor devido. A decisão foi tomada na noite de segunda-feira (8 de março), em reunião do Fundo de Garantia de Operações (FGO), órgão garantidor do programa.

Os empresários que tiverem interesse nessa extensão podem começar a procurar os bancos nos quais fizeram o empréstimo a partir desta terça-feira, 9 de março. As instituições deverão decidir, ao seu critério, se concederão esse período adicional e de quanto será, se um, dois ou três meses.

O período de carência dos financiamentos era inicialmente de oito meses e foi estendido devido à continuidade dos impactos econômicos da pandemia no país. Como as primeiras operações aconteceram em junho, alguns empresários já teriam que começar a pagar o empréstimo em fevereiro deste ano.

No ano passado, se esperava que o fim do período de carência coincidisse com a retomada da economia. No entanto, a data para o início dos pagamentos ocorreu ao mesmo tempo do agravamento da pandemia e de novas medidas de distanciamento social, inclusive com fechamento do comércio em alguns estados.

O programa de crédito voltado para micro e pequenas empresas foi muito procurado durante o ano passado e concedeu mais de R$ 37,5 bilhões em 520 mil contratos. Com o fim do programa, pequenas empresas já estão sentindo o impacto mais forte da pandemia, como o setor de serviços, que teme quebradeira sem uma nova rodada de ajuda do governo.

Fonte: Sebrae

Voltar