Área do Associado Entrar
Projeto do Centro Tecnológico é apresentado a empresários

Projeto do Centro Tecnológico é apresentado a empresários

Reunião tem objetivo de iniciar a interlocução para que os setores possam demandar ao Centro Tecnológico suas principais necessidades.

Publicado em 18/06/2021


Na tarde desta quinta-feira, 10 de junho, empresários de diversos segmentos se reuniram, no Nova Friburgo Country Clube, com representantes da Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia, com o objetivo de apresentar o projeto e iniciar uma interlocução para que os setores possam demandar ao Centro Tecnológico de Nova Friburgo, suas principais necessidades.

Claudio Mendonça, coordenador da unidade gestora de projetos e assessor especial da Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia, iniciou a reunião se apresentando e saudando a todos os empresários e destacando a importância da implantação do Centro Tecnológico em Nova Friburgo e também da união dos segmentos para garantir o sucesso das ações e pesquisas. “O encontro de hoje foi qualitativamente importante, porque as pessoas que estão aqui representam os setores produtivos da Região Serrana II. Nova Friburgo é uma cidade pólo. Portanto os empresários que aqui estão, representam muitas outras empresas. Podemos apresentar o projeto para as lideranças do setor produtivo aos que ainda não conheciam. A acolhida da proposta foi extremamente positiva. Estamos voltando para o Rio de Janeiro, levando a notícia de que Nova Friburgo decide, de forma definitiva, acolher um centro de tecnologia de última geração, onde serão desenvolvidas pesquisas direcionadas ao setor produtivo, educação profissional e um programa de iniciação científica, já alinhado com a Secretaria de Educação, em que nós vamos formar pesquisadores para o futuro. As crianças de hoje vão ter o letramento científico, com qualidade, com laboratórios de última geração, para que sejam os pesquisadores que possam promover o desenvolvimento sustentável da região, em que Nova Friburgo é a cidade pólo.” Garante Cláudio

O Vice-presidente de agronegócios da ACIANF, Alexandre Jacintho, faz uma análise da relevância que o projeto terá para o setor agrícola, principalmente na formação de pessoas que já são ligadas ao segmento. “A reunião de hoje foi muito importante para o setor agropecuário de Friburgo e também de toda a Região Serrana, porque a perspectiva da criação de um Centro de Tecnologia vem ao encontro das necessidades básicas do produtor rural. Se pensarmos em todo o processo tecnológico, desde a análise de solo, recomendação de fertilizantes, uso de agrotóxicos, certamente precisamos formar profissionais da área, e talvez até a partir de pessoas nas próprias comunidades rurais, que já tem conhecimento do processo produtivo e auxiliam seus pais em termo de produção. E, com isso, prospectar a possibilidade dessas pessoas ficarem em Friburgo e, por aqui, desenvolver o seu trabalho de forma tecnificada e de conscientização, experimentação e trabalho muito superior.”

Juvenal Condack, Vice-presidente de administração da ACIANF, também comenta sobre o valor e mudanças positivas que o projeto trará ao setor agrícola. “Falando sobre a área de agricultura, que entendo ser o pilar da economia friburguense, tem um potencial maior de tirar proveito de qualquer Centro Tecnológico. Nós temos uma agricultura que ainda é aquela de colher, ensacar, encaixotar e entregar. Nós, então, teremos um espaço para agregar valor a essa produção agrícola fantástica. O que nós precisamos para a área agrícola é exatamente o conhecimento e informação.”

O Secretário Municipal de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissionalizante e Superior, José Loyola Bechara, aponta que o Centro Tecnológico vai trazer grandes impactos positivos para Friburgo e região. “Vejo extrema importância do Centro Tecnológico em Friburgo. Pois a cidade é pólo de uma região. Pessoas de várias cidades vêm aqui para estudar. Então, trazer o Centro Tecnológico aqui pra Friburgo, fortalece ainda mais o município. Nossa economia é bastante diversificada. Tem uma forte área rural, indústrias e muitos outros. O Centro Tecnológico tende a realmente atuar de forma multidisciplinar e isso é bastante interessante. Ele terá a capacidade de atuar nas diversas áreas da economia friburguense. O que chama muita atenção para esse projeto, é justamente que o prédio será construído, com base nas linhas de pesquisa e será bastante personalizado, com os aspectos próprios de Friburgo. Entendo que isso o diferencia de vários outros projetos que já haviam acontecido por aqui.”

Márcia Carestiato, presidente da Firjan Centro Norte Fluminense, parabenizou o projeto, e também demonstrou apoio, disponibilizando de imediato, estudos já realizados e equipe técnica da Firjan, garantindo que Friburgo necessita dessa iniciativa, pois tem grande potencial industrial e agrícola.

Na reunião, que contou com as principais lideranças empresariais da cidades, Cláudio Mendonça pôde apresentar também, o projeto de estudo científico que tem o objetivo de formar pesquisadores doutores na região, no qual Friburgo servirá de exemplo para os sete polos do estado. “Esse é um projeto com lógica e que merece ter subscrição dos senhores para entender a ciência como patrimônio da civilização. Entender a ciência como o caminho mais relevante de transformação da sociedade.”

O Centro Tecnológico de Nova Friburgo, será construído em terreno com mais de 5 mil metros quadrados, no Córrego Dantas e já receberá as demandas dos setores, antes mesmo das obras se concluírem.



Voltar