Área do Associado Entrar
Projeto de monitoramento para melhoria da segurança na cidade é apresentado na Acianf

Projeto de monitoramento para melhoria da segurança na cidade é apresentado na Acianf

Os presentes puderam avaliar e opinar sobre o funcionamento e, caso aprovado e recebendo apoio das instituições, poder público e empresariado, a ideia é trazer o sistema também para Nova Friburgo.

Publicado em 02/10/2019

Na última sexta-feira, 27, em uma reunião articulada pelo Conseg (Conselho de Segurança de Nova Friburgo), realizada na Acianf (Associação Comercial Industrial e Agrícola de Nova Friburgo) foi apresentado um projeto de segurança, que funciona via sistema de monitoramento, e já está sendo utilizado pelo 30º Batalhão de Polícia Militar, que atua em Teresópolis e região. Os presentes puderam avaliar e opinar sobre o funcionamento e, caso aprovado e recebendo apoio das instituições, poder público e empresariado, a ideia é trazer o sistema também para Nova Friburgo.

O modelo que funciona em Teresópolis foi apresentado pela empresa responsável, que é integrada ao Instituto Esfera, que tem parceria direta com a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. O comandante do 30º BPM, o ten-cel. Marco Aurélio, comentou como o sistema foi implantado na cidade, com apoio de instituições e empresários, e como foi criado o Projeto Bairro Seguro, que é uma integração com as Associações de Moradores, com acesso restrito e liberado para alguns membros e moradores para que possam apoiar o projeto através da visualização das câmeras no aplicativo. É um sistema bem completo de averiguação de rosto, placas de veículos, entre outras ferramentas tecnológicas que auxiliam na investigação policial.

Em Nova Friburgo, a intenção é integrar e ampliar o sistema de monitoramento de câmeras já existente na cidade, o Nova Friburgo Cidade Inteligente, gerido pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do município, e que atualmente conta com várias câmeras em pontos estratégicos, voltados para atuação da polícia.

Para os presidentes do Conseg, James de Barros, e da Acianf, Júlio Cordeiro, o que estiver ao alcance das duas entidades para que o projeto seja levado adiante, instalado e incorporado ao da cidade, será feito, como pedir apoio às empresas e comércio local, bem como das concessionárias que atuam na cidade e empresas de internet. Além disso, as entidades já se disponibilizaram em dar apoio na instalação dos equipamentos necessários dentro do 11º Batalhão.

Para o presidente do Conseg, James de Barros, esse tipo de iniciativa irá ajudar e muito o trabalho da Polícia Militar, já que é notório que o efetivo de policiais não é suficiente para atender toda região que o Batalhão abrange e, com a tecnologia associada à segurança o trabalho será ainda mais eficaz e rápido, principalmente pelo 190.

Júlio Cordeiro solicita aos representantes da empresa do sistema de monitoramento que verifiquem se é e como será possível realizar a integração ao sistema que a cidade já tem e, após isso o que é preciso para ampliar o monitoramento, como mais câmeras e serviços de manutenção, além do cabeamento de fibra de internet utilizado para interligação. E, sendo viável, o que é preciso para dar seguimento e criar o quanto antes um projeto modelo para apresentar à toda sociedade.

O objetivo é que o sistema dê um auxílio à Polícia, além de todas as esferas públicas, como Guarda Municipal, Defesa Civil, Mobilidade Urbana, Bombeiros, Polícia Militar e que estas também possam ter acesso ao novo sistema e que atuem de forma integrada e mais enfática, como era o formato inicial do modelo já existente na cidade.

Participaram do encontro o presidente do Conseg, James de Barros; o presidente da Acianf, Júlio Cordeiro, e o diretor Roosevelt Concy; o comte. do 11º BPM, ten-cel. Paulo Roberto e o ten. Ferro; o comte. do 30º BPM, ten-cel. Marco Aurélio; representantes das secretarias municipais de Ciência Tecnologia e Inovação, nas pessoas do secretário Marcelo Verly e do sub José Loyola Bechara; de Ordem e Mobilidade Urbana, com o secretário Marques Henrique e o sub da Guarda Municipal, Carlos Freitas; de Defesa Civil, na pessoa do secretário Robson José Teixeira; além dos representantes da empresa NGT, Carlos Silva e Leandro Siqueira.


Voltar