Área do Associado Entrar
Conseg e Acianf dão sequência ao apoio de ampliação do sistema de monitoramento de câmeras em Nova Friburgo

Conseg e Acianf dão sequência ao apoio de ampliação do sistema de monitoramento de câmeras em Nova Friburgo

Dando continuidade ao trabalho de apoio à Polícia, o Conseg e a Acianf se reuniram no dia 04/11, com o comte. do 11º Batalhão de Polícia Militar, o cel. Paulo Roberto, para avaliar o andamento da ampliação da sala de operações.

Publicado em 08/11/2019


O presidente do Conseg, o cel. James de Barros, a diretora financeira do Conseg, Fany Zissu, e o presidente da Acianf, Júlio Cordeiro, puderam passar para o comte. Paulo Roberto, e demais policiais presentes, como estão os trâmites para as instalações dos equipamentos necessários para dar início na cidade com o Projeto Bairro Seguro, que já acontece em Teresópolis, e que algumas empresas e pessoas da cidade já estão interessadas em colaborar e agregar câmeras em seus logradouros.

Além disso, foi repassado que um espelhamento do sistema das câmeras que monitoram os sinais de trânsito, através do modelo OCR que a SMOMU (Secretaria de Ordem e Mobilidade Urbana) adquiriu para o município, que consegue identificar e ter os dados dos carros pelas placas dos veículos, será também disponibilizado ao Batalhão, bem como do sistema da Cidade Inteligente, gerido pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação da Prefeitura.

O anseio do Conseg, Acianf, e órgãos envolvidos, é que o novo sistema de monitoramento de câmeras na cidade tão logo colocado em prática, para que Nova Friburgo possa ser ainda mais segura, dando esse suporte tecnológico à Polícia Militar, por exemplo, e diversos setores importantes de segurança do município.



Visita técnica avalia necessidades para o projeto ser colocado em prática o mais rápido possível


E nesta quarta-feira, 06, pela manhã, os representantes da empresa NTG, responsável pela implantação do sistema do Projeto Bairro Seguro no 11º Batalhão de PM, vieram para uma avaliação mais técnica do que é preciso adquirir e organizar, antes do projeto ser colocado em prática.

Foram avaliados os cabeamentos da sala onde será montado o sistema, além das necessidades de telas, computadores e internet. O custeio desses equipamentos e materiais será feito através da sociedade civil organizada, pelo Conseg e Acianf, que já estão mobilizando empresários, inclusive para colocação das câmeras nas ruas de seus empreendimentos.

A intenção é ampliar o projeto de forma que pontos estratégicos da cidade sejam monitorados e, com isso, a PM possa ter uma atuação ainda melhor.

Todo sistema deixa claro que a prioridade é a segurança, considerando a privacidade daqueles que se integrarem ao projeto, já que somente quem for autorizado poderá ter acesso às imagens gravadas, e tudo feito com registro do login para saber quem e de onde acessou.

A expectativa é que o Projeto Bairro Seguro em Nova Friburgo tenha início o quanto antes, e logo divulgado e apresentado à toda sociedade sobre seu funcionamento.

Voltar